Institucional

CAU/RJ lamenta o desabamento de partes de sobrado histórico na Praça da República

Reprodução/Google Maps

O CAU/RJ lamenta o desabamento de partes de sobrado histórico na Praça da República que, felizmente, não causou nenhuma vítima. O acontecimento reforça a necessidade da manutenção preventiva das edificações em geral, e a importância de se utilizar dos instrumentos previstos no Estatuto da Cidade para garantir o uso de imóveis abandonados no Centro da Cidade.

Tais medidas são necessárias para reverter o processo de esvaziamento que esta região vem sofrendo ao longo dos últimos anos, em que pese o amplo acesso à infraestrutura de transporte, lazer, cultura e serviços públicos em geral que ela oferece, além de resgatar o patrimônio arquitetônico singular que o conjunto edificado desta área constitui.

O presidente do CAU/RJ, Sydnei Menezes, aponta que uma possível solução para o problema seria o IPTU Progressivo. “Um instrumento eficaz seria o IPTU progressivo. O que o CAU pode fazer nesse sentido? Uma pressão, junto ao poder público, para que se implante esse instrumento”, diz.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS

Comissão de Política Urbana do CAU/RJ ganha novo nome

CAU/RJ indica membros para Conselho Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Macaé

CAU/RJ indica membro para compor Câmara Temática de Empreendedorismo do CAU/BR