CHAPA 01-RJ

Candidatos:

CARLOS FERNANDO DE SOUZA LEAO ANDRADE (Titular) e WASHINGTON MENEZES FAJARDO (suplente)
SYDNEI DIAS MENEZES (Titular) e SIMONE FEIGELSON DEUTSCH (suplente)
SANDRA REGINA DE BARROS SAYAO FERREIRA (Titular) e CECILIA MARIA NEDER CASTRO (suplente)
ROGERIO GOLDFELD CARDEMAN (Titular) e TEREZA CRISTINA DOS REIS (suplente)
LEILA MARQUES DA SILVA (Titular) e GUSTAVO JUCA FERREIRA JORGE (suplente)
PAULO SERGIO NIEMEYER MAKHOHL (Titular) e VERA LUCIA DIAS OLIVEIRA (suplente)
REGINA COHEN (Titular) e ARTUR JOSE MACEDO DE OLIVEIRA (suplente)
GUSTAVO MONTEIRO MANHAES (Titular) e LAURA JANE LOPES BARBOSA (suplente)
MANOEL VIEIRA GOMES JUNIOR (Titular) e IVAN PEREIRA CAMPOS (suplente)
ARMANDO IVO DE CARVALHO ABREU (Titular) e DAVIDE SIFFERT DULCETTI (suplente)
SERGIO OLIVEIRA NOGUEIRA DA SILVA (Titular) e LUNEY MARTINS DE ALMEIDA (suplente)
FERNANDO MENDES GUIMARAES JUNIOR (Titular) e VICENTE DE PAULA ALVARENGA RODRIGUES (suplente)
WILIAM FERNANDO GOMEZ (Titular) e ANNE KELLEN APICELO DE MATOS CARDOSO (suplente)
FABIO BRUNO DE OLIVEIRA (Titular) e DAVI GONCALVES FERNANDES (suplente)
DANIELA ENGEL ADUAN JAVOSKI (Titular) e ANTONIO CARLOS VELLOSO DE MELLO (suplente)
DIETMAR STARKE (Titular) e JOSE MAURO CARRILHO GUIMARAES (suplente)
ITAMAR COSTA KALIL (Titular) e EMILLY DA SILVA CRUNCOVIZ (suplente)
VERA GOMES DA SILVA (Titular) e PRISCILA SANCHES SIQUEIRA (suplente)
ROMIR PEREIRA DE ANDRADE (Titular) e CARLOS AUGUSTO FREITAS DE OLIVEIRA GOES (suplente)
MARIO ARTHUR PEREIRA DE MORAES (Titular) e CLAUDIO CESAR GERALDES (suplente)
MARCOS GOMES MACEDO (Titular) e FRANCISCO JACOVINO MONTEIRO DE SALES (suplente)
JOAO HENRIQUE PRATES NOGUEIRA (Titular) e LUIZ CARLOS BARROS CALDAS (suplente)
SELMA FUKS BENCHIMOL (Titular) e TARCISO BINOTI SIMAS (suplente)
JACINTO FRANGELLA (Titular) e WILSANA VICTOR FERREIRA (suplente)
GABRIEL FELIPE ARAUJO JONARD DOS SANTOS (Titular) e MARIA GISELA VANNIER DOS SANTOS (suplente)
MARCELLO PEREIRA LIMA (Titular) e PRISCILA DE OLIVEIRA ALVES (suplente)

Obs. Veja a síntese de currículos de cada candidato após o plano de trabalho.

Plano de trabalho:

Chapa CAU PARA TODOS: Apesar de novo (menos de 6 anos), o CAU-RJ já demonstra vícios administrativos de uma entidade ultrapassada. Acreditamos que, para atingir o verdadeiro objetivo para o qual foi criado, e desenvolver todas as atribuições que lhes são cabíveis, o CAU precisa, primeiramente, ter um compromisso maior com a ética de suas ações, usando seus recursos em atividades que ajudem efetivamente a construir uma cidade mais inclusiva, ouvindo além das paredes da sala do plenário. Em segundo lugar, o CAU precisa ter um relacionamento amigável com seus registrados, simplificando diversas questões burocráticas, e lutando para que os perversos índices de aumento que vem sendo aplicados nas anuidades e nas RRT, sejam revistos. Acreditamos que já é hora do CAU fixar a sua personalidade moderna, dinâmica, proativa, diferenciada do modelo de outros Conselhos mais antigos, herméticos, já desgastados de tantos discursos políticos, apoiados por entidades com interesses próprios, e longe de resultados concretos para a classe, PARA TODOS. O nosso exercício será fazer o CAU “sair do Gabinete”. Andar pelas ruas, ver, ouvir e sentir o que a cidade está passando; fiscalizar efusivamente o exercício ilegal da profissão (em obras e em projetos); propugnar uma campanha firme e constante de educação da sociedade sobre os benefícios do trabalho do arquiteto; exigir exaustivamente o cumprimento da Resolução 51 por parte dos órgãos públicos; levar a todos os municípios a ajuda necessária para atingir essas finalidades. Portanto, visitar Prefeituras e fomentar convênios de interesse dos arquitetos e urbanistas (e não do Conselho) serão ações que terão máxima prioridade. Assim sendo, a chapa CAU PARA TODOS, composta de um grupo plural de arquitetos, livres de indicações, patrocínios e consequentes comprometimentos com quaisquer entidades e/ou partidos políticos, pretende desenvolver um trabalho-modelo que propicie, de fato e de direito, oportunidades de trabalho para os arquitetos empresários, para os empregados (públicos e privados), para os educadores e, principalmente, para os autônomos que hoje perfazem um total acima de 80% dos arquitetos economicamente ativos no país. Nosso Plano de Trabalho não é feito de “promessas” e sim de compromissos com metas que nortearão nossas ações (cujo detalhamento poderá ser consultado em nosso site que será anunciado), e que estão divididas em 3 grupos fundamentais: I. COMPROMISSO COM A ÉTICA E A HUMANIZAÇÃO INSTITUCIONAL Todas as ações a serem desenvolvidas no CAU-RJ terão que estar rigorosamente alinhadas a valores morais e humanos, e não somente amparadas pela legalidade, garantindo um serviço em prol da qualidade de vida de nossas cidades. II. VALORIZAÇÃO DA PROFISSÃO E DA FORMAÇÃO ACADÊMICA O CAU-RJ criará situações educativas para que a sociedade possa reconhecer a efetiva importância do arquiteto e urbanista, dando um salto qualitativo na formação acadêmica, a fim de produzir cidadãos cientes de suas missões e responsabilidades, frente às necessidades de nossa época e à construção de cidades para as pessoas. III. INCENTIVO AO TRABALHO E AO EMPREGO O CAU-RJ será incansável em busca da geração de oportunidades e de garantir o lugar do profissional de arquitetura e urbanismo nos diversos campos de atuação, em condições iguais para todos (empregados, empregadores e autônomos). CAU PARA TODOS, a serviço de toda sociedade!

Candidatos a conselheiro federal e suplente:

CARLOS FERNANDO DE SOUZA LEAO ANDRADE ( TITULAR )

Currículo : Arquiteto-Urbanista, formado em 1976, FAU da Universidade Federal do Rio de Janeiro- FAU – UFRJ, onde se diplomou em Mestre (1998) e Doutor (2009) em Urbanismo, respectivamente com os trabalhos “Parâmetros Urbanísticos em Loteamentos Irregulares e Clandestinos” e “Urbanismo em Tempos de Retração”. Estudou no Institute of Housing Studies – IHS, Rotterdan, na Holanda, onde se especializou em “Housing, Planning and Building (1989).Ocupou diversos cargos públicos, como Diretor da Empresa de Obras Publicas, Subsecretário de Estado de Planejamento e, mais recentemente, Superint. Regional no Rio de Janeiro, do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (de outubro de 2006 a dezembro de 2011).Foi editor da Revista Chão (1978 – 1980). Em 2009, recebeu a  Medalha Pedro Ernesto, oferecida pela Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro e, no mesmo ano, o título de  Profissional do Ano. Sócio da URBANACON – Consultas Urbanas Assessoria e Gerenciamento Ltda., desde 1996.

WASHINGTON MENEZES FAJARDO ( SUPLENTE )