Institucional

Ministro da Justiça culpa falha de projeto arquitetônico, obra e carnaval por fuga de presídio federal

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, culpou as falhas no projeto arquitetônico do Presídio de Segurança Máxima de Mossoró (RN), entre outros motivos, pela fuga de dois detentos no dia 14 de fevereiro deste ano, a primeira fuga na história de um presídio federal.

Segundo Lewandowski, acima das luminárias havia apenas uma estrutura “comum” de alvenaria ao invés de uma laje de concreto, o que ele considerou como uma falha arquitetônica. O ministro culpou também o Carnaval, que deixa as pessoas “mais relaxadas”.

O CAU/RJ lamenta o comentário precipitado e infeliz do ministro ao apontar falha no projeto de arquitetura do presídio do Rio Grande do Norte, sem que as perícias necessárias tenham sido feitas para indicar os verdadeiros culpados.

Fica clara a importância de um bom projeto, elaborado por arquitetos e urbanistas habilitados, responsável pela funcionalidade, conforto, estética e até este tipo de segurança das edificações.

Mais informações em https://www.gazetadopovo.com.br/republica/lewandowski-culpa-carnaval-obra-e-falha-de-projeto-arquitetonico-por-fuga-em-presidio-federal/

MAIS SOBRE: Mossoró Presidio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS

Comissão de Política Urbana do CAU/RJ ganha novo nome

CAU/RJ indica membros para Conselho Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Macaé

CAU/RJ indica membro para compor Câmara Temática de Empreendedorismo do CAU/BR